O que é Tantra?

O que é Tantra?

Tantra é um caminho para a libertação através da expansão do conhecimento de si e da aceitação incondicional.

Esse sistema de crenças originou-se na Índia há milhares de anos. Com a invasão dos arianos, há 3.500 anos, eles impuseram a cultura brahmacharya (patriarcal, anti-sensorial e repressora), proibindo, portanto, a cultura local, tântrica (matriarcal, sensorial e desrepressora), oposta ao regime vigente.

Com a sua proibição por razões culturais, raciais e políticas, se tornou uma tradição secreta até o século V d. C., quando foi escrito o Guhyasamãja-tantra, por monges dissidentes do budismo.

O que é Tantra afinal ? É mais uma atitude em relação à vida, do que crenças, comportamentos ou regras. Não é uma religião em si, é uma ciência. Shiva e Shakti representam as qualidades masculinas e femininas, yin e yang, dos seres humanos.

A raiz sânscrita da palavra é expansão (tan, tanoti) e liberação (tra, trayati). Assim, podemos interpretar a palavra Tantra como o caminho para a libertação através da expansão da conhecimento de si e da aceitação incondicional.

As tradições geralmente ensinam que os desejos por prazeres materiais e aspirações espirituais são mutuamente excludentes, o que acaba promovendo uma luta interna sem fim. Sem ter como conciliar estes dois impulsos, elas são vítimas de culpa e de autocondenação. O Tantra oferece um caminho alternativo, evitando essa armadilha.

O Tantra na prática

O Tantra é para ser vivido, experimentado, aplicado no dia a dia. Não há dogmas sobre a maneira certa de se fazer as coisas e nenhum script que você tenha que seguir. Ele ensina a aceitar tudo o que está acontecendo, reconhecendo mais profundamente nossa consciência, movendo nossa energia através de tudo o que a vida nos apresenta. É um sistema muito vivo, concebido para promover as condições para a realização do verdadeiro Ser.

A sexualidade é apenas uma faceta dessa antiga prática espiritual. A beleza deste ensinamento é que é um caminho de aprendizagem conjunta. Confiar noutra pessoa para o seu crescimento pessoal é o ato final de rendição e, através da entrega é onde os avanços começam a acontecer. É a descoberta de novos territórios. É pura aventura.

O Tantra é para você, se quiser fortalecer um vínculo com a pessoa que você ama e ter mais consciência de si e de seus atos.

Antes de saber se ele é para você, é importante olhar para dentro e avaliar sua disposição para explorar esses ensinamentos. Os mistérios do Tantra podem parecer difíceis de entender no início, mas provavelmente será mais fácil do que você pensa.

Mas você deve esquecer noções preconcebidas que tenha desse caminho ou das pessoas que o praticam. Os ensinamentos tântricos devem ser estudados e praticados com uma mente receptiva a ideias novas e diferentes.

Para muitas pessoas, algumas das técnicas – os rituais românticos, por exemplo, ou as técnicas com mantras e de respiração – podem parecer estranhas, desconfortáveis, ou mesmo embaraçosas no início.

Ser limitado por suas inibições ou medos tornará mais difícil ser beneficiado plenamente por esse ensinamento. Há mitos e equívocos envolvendo o Tantra com outros assuntos como o Kama Sutra, por exemplo. Na maioria dos casos, essas noções são estereotipadas e falsas.

Quais são suas necessidades?

É importante tomar um tempo para avaliar suas necessidades, considerar as razões para este estudo e prática, esclarecendo seus objetivos.

O que você espera conseguir?

Há benefícios específicos que você procura, ou coisas que você espera ganhar? Dê especial atenção a áreas de sua vida em que você sente que está faltando alguma coisa.

Com certeza este caminho o(a) ajudará, e muito.

Veja por onde começar seu estudo e prática.

  • Compartilhe!