Sexo tântrico – o que é?

Sexo tântrico - o que é?

Sexo tântrico é o sexo natural, com presença e entrega. Veja como praticá-lo através de nossos e books multimídia exclusivos.

O sexo tântrico é diferente do sexo comum em alguns aspectos importantes: o ponto não é o orgasmo, o ponto é sentir cada momento.

Estamos tão cheios de hábitos, que fazemos amor nas mesmas posições, nos mesmos dias, com a mesma intenção. O sexo passou a ser uma atividade orientada para um objetivo: ter orgasmo. Desta forma ficamos totalmente confusos na pressa de chegar “lá” que perdemos toda a paisagem da viagem.

O conceito ocidental de sexo é como uma história, com começo (excitação), meio (penetração) e fim (orgasmo). Esta é a maneira de como as coisas deveriam ser e se você não seguir o padrão, não vai parecer correto. Sexo sem penetração é muitas vezes visto como “não real” ou apenas como preliminar.

A maioria dos exercícios relacionados ao sexo tântrico envolve fazer as coisas devagar, de forma consciente, tentando não se concentrar apenas no orgasmo em si. Sem o foco no orgasmo, o objetivo torna-se ter mais consciência, levando a uma maior compreensão de nós mesmos, o que eventualmente conduz à auto-realização. Isso não quer dizer que o orgasmo não exista no Tantra. O orgasmo existe sim, com vários tipos e profundidades. A prática espiritual e as gostosas sensações sexuais estão relacionadas, como um círculo virtuoso onde um alimenta o outro.

Conheça nossos Ebooks

Sexo Tântrico – uma conexão espiritual

Sexo tântrico - o que é?Nesta prática, o prazer sexual é o conjunto todo: a sua mente, seu corpo e seu espírito. Em outras palavras, a sexualidade tântrica é uma crescente satisfação sexual no nível físico e emocional, bem como no nível espiritual. A essência é que o sexo pode ser muito mais do que uma simples experiência física. É um ato muito íntimo envolvendo deliciosamente longas sessões de amor, prazer e conexão espiritual.

É ensinado por muitos professores em todo o mundo, que têm a sua própria visão, influenciados pelas culturas em que cresceram.

Atitudes para praticar o sexo tântrico

As atitudes  que apresentamos abaixo são o início da união tântrica real:

Imagine por um momento seus preconceitos sexuais, apegos e emoções se dissolvendo como se você pudesse somente sentir as sensações daquele momento.

Imaginem-se sentindo a atração fluindo entre vocês dois. Imagine-se sentindo tudo como um plasma líquido, sentindo amor e sexo como uma união de duas pessoas, em vez de duas pessoas que tentam de forma independente alcançar um prazer inacessível.

Na cama, as pessoas normalmente reduzem seu (a) parceiro (a) em um instrumento de para seu próprio prazer ou até um objeto de sua decepção sexual. No sexo tântrico, ao invés de se concentrar sobre a divisão entre vocês, vocês se concentram nos dois, como uma só consciência – uma consciência do prazer, da sensação.

Evite criar hábitos repetitivos.

Haja como se você fosse uma criança experimentando as sensações do mundo pela primeira vez.

Esteja ciente das sensações e da presença de seu(sua) amante, receba, amplifique e sutilmente ofereça de volta os mesmos sentimentos, sejam eles de toque, sensação ou emoção!

Transforme a sua intenção em maior sutileza, sensibilidade e consciência de si mesmo e de seu (sua) amante.

Aja, mesmo com seus medos e inseguranças.

Evite julgar e comparar, quando as coisas não acontecem do jeito que você queria.

Esteja aberto a surpresas, permitindo novas possibilidades.

Seja vulnerável, entregue-se, confie e seja grato. Aceite aquilo que é, do jeito que é, neste momento.

A prática

Para obter a melhor experiência tântrica, tente não se concentrar em obter o orgasmo, coloque foco em outras sensações que estão acontecendo em seu corpo e, assim, você será capaz de conseguir o mais intenso dos orgasmos. A maioria dos exercícios envolve fazer as coisas com calma, colocando o foco somente na experiência do momento. É importante permitir que sua excitação cresça lentamente, manter contato olho no olho e respirar em uníssono profundamente, ritmadamente e devagar.
As práticas envolvem respiração, contrações musculares, sons, visualizações, afirmações, criação de um espaço sagrado para o encontro sexual, rituais, meditação, massagens, brincadeiras sexuais e outros. Com o propósito de criar energia sexual suficiente para acessar o estado extático da divina conexão tântrica, os praticantes do Tantra fazem amor por longo período de tempo, experimentando extraordinários níveis de prazer no processo.
Uma parte do deleite do sexo tântrico é que você pode continuar a aprender e avançar através da prática, como um aprendizado sem fim. Ao mesmo tempo, é uma prática que produz resultados imediatos, você poderá ver e sentir a diferença nas suas relações amorosas quase que imediatamente.

Cada um é responsável por si

Os praticantes do Tantra sabem que são pessoalmente responsáveis pela própria realização sexual como também pelos seus próprios progressos espirituais. Isso é especialmente importante para os homens, porque muitos passam por uma grande ansiedade com relação ao desempenho sexual. Mas mesmo o melhor, o mais sensível e altamente habilidoso amante tântrico não pode fazer a mulher ter orgasmos, pois ela tem que ser capaz de chegar lá por si mesma.

Dicas para o homem e para a mulher

No sexo tântrico, confiar, entregar-se e abrir o coração são atitudes essenciais se você quer alcançar o máximo do êxtase, porque não é apenas a técnica que o levará lá.

Os homens devem pensar na vagina como uma abertura em potencial e não que ela está sempre aberta. Jamais pense que a sua parceira está sempre pronta para você! Mostre o quanto você se importa e a respeita, fale o quanto você a ama, sussurre palavras sensuais nos seus ouvidos e dê algumas mordidinhas nos lóbulos da orelha. Deixe-a constantemente saber que você pensa nela, e como é forte o seu desejo de fazer amor com ela. Também deixe que ela saiba que você a esta convidando para despertar e expressar a sua sexualidade total. Faça-a acreditar em você quando você diz que ela pode ser tudo que ela desejar; uma pessoa bem sucedida, uma filha respeitosa, uma esposa fiel, uma excelente mãe, uma amante apaixonada e sincera, faça-a sentir tudo isso ao mesmo tempo. Fale como ela é linda, que o cheiro dela é uma delicia, e todas as coisas que você mais aprecia nela. Finalmente, ame-a apaixonadamente.

Mulheres, deixem o seu homem saber que ele está seguro, ele pode agir como “machão”, mostrando pouca emoção, mas você sabe que lá no fundo a maioria dos homens tem medo de mostrar intimidade e emoção. Quanto mais durão um homem age, maior é o medo de desabafar, de se entregar e confiar, deixe-o saber que você reconhece a sua força, mas também peça a ele mostrar os seus sentimentos, deixe que ele saiba o quanto você fica excitada quando ele mostra um pouco de vulnerabilidade misturada com as suas forças. Fale que ele é muito bonito e talentoso, mencione todas as coisas que você gosta nele. Diga por que você o ama tanto, fale o quanto você pensa nele quando está longe e como você tem fantasias sobre como fazer amor e como tocá-lo quando ele voltar. Demonstre que realmente você o quer sexualmente. Finalmente entregue-se apaixonadamente.

 

  • Compartilhe!