Comece aos pouquinhos

Comece aos pouquinhos

É possível usar o Tantra para sair de um cotidiano maçante e opressivo. A receita é aproveitar os pequenos momentos de solitude e observar-se. A natureza faz o resto.

Um leitor comenta que para ele é muito difícil aplicar a filosofia tântrica no seu dia a dia, atolado de trabalho, de tantas providências a tomar e da sensação de falta de tempo e de cansaço.

Acredito que nessas condições – em que também vive a maioria das pessoas – fica difícil ter o mínimo relaxamento necessário para o exercício da auto-observação, da introspecção consciente, pré-requisitos para uma abordagem tântrica.

Nas condições do nosso leitor, é realmente difícil aplicar o Tantra no cotidiano, porque as necessidades primárias da vida ainda não estão resolvidas, é como viver constantemente em uma luta pela sobrevivência, onde qualquer instante que sobra é dedicado ao descanso puro e simples ou uma cervejinha com os amigos, no máximo.

Para penetrar no mundo tântrico não é necessário ter uma vida bem resolvida ou algo parecido. O Tantra pode e deve ser usado também como antídoto ao corre-corre diário. Como? Usando os pequenos intervalos entre as atividades. No cafezinho, nas refeições, há hora de levantar, no banho, antes de dormir, no táxi, no carro, no ônibus, caminhando…

Comece aos pouquinhosMomentos em que você se encontra sozinho são momentos em que você pode observar um pouco sua respiração, o seu corpo, seu estado de espírito, suas emoções, sua mente. Observar-se simplesmente, estar em contato com você mesmo, olhando para o interior e não para o exterior. Essa observação, por si só, já traz um pequeno relaxamento que tende a aumentar conforme a prática aumenta.

A auto-observação também pode trazer uma aceitação maior da vida em todos os aspectos, fazendo com que você possa desfrutar das coisas mais simples e conviver melhor com aquilo que o incomoda. Quem sabe a partir daí você começa a modificar certos arranjos que você mesmo criou e que não gosta… Muito provavelmente, a partir daí sua vida ganhará um novo alento, um novo oxigênio e mais espaço para você curtir e aprofundar as práticas tântricas , incluindo o sexo tântrico.

Lembramos sempre que o sexo, no Tantra, é também utilizado para despertar a energia vital, mas há muitas outras práticas com a mesma finalidade e que podem ser feitas individualmente e aí, é claro, você precisa de mais tempo e um estado de espírito mais relaxado.

Comece aos pouquinhos, em pequenas doses, e deixe que a natureza trabalhe a seu favor. Mas não espere um mundo encantado, só de maravilhas. A vida tem polaridades às vezes muito radicais. O Tantra ensina a conviver melhor com elas, a aceitá-las. E isso já é uma ótima receita para viver mais relaxado e com mais prazer.

  • Compartilhe!