Deixe a vida te levar

Deixe a vida te levar

A não-luta é o principal ensinamento do Tantra. Flua, deixe a vida te levar.

Neste texto, o mestre tântrico Osho compartilha sua visão sobre a aceitação na filosofia tântrica.

O Tantra pede que você flutue, não nade. Ele pede que você vá com a corrente, e não contra ela. Ele diz a você: a natureza é boa; confie na natureza, não lute contra ela. Até mesmo o sexo é bom. Confie nele, siga-o, flua para dentro dele; não lute contra ele.  A não-luta é o principal ensinamento. Flua, deixe-se levar!

No primeiro passo, ele pede ao seu ego que se dissolva, bem no princípio, lhe pede que o dissolva. A yoga também pede, mas ao final. Primeiro, ela pede que você o purifique. E se ele é completamente purificado, ele dissolve, não pode permanecer. Mas na yoga, isto é o final, no Tantra, é o princípio.

O Tantra não se interessa por filosofia, ele se interessa pela própria vida existencial. Então, ele nunca pergunta se Deus existe ou se existe Moksha, libertação, ou se existe céu e inferno. Ele investiga questões básicas acerca da vida. Por esse motivo é que existe tanto interesse no sexo, no amor. 

Amor e sexo são básicos. Você existe por meio deles; você é parte deles. Você é nada menos do que uma brincadeira da energia sexual, e a menos que você compreenda esta energia e a transcenda, nunca será nada além disso. Nesse momento, você não passa de energia sexual. Você pode ser mais, mas se você não compreender isso e não transcender isso, nunca será mais. A possibilidade está logo ali, como uma semente. É por isso que ele se interessa pelo sexo, pelo amor, pela vida natural.

Mas a maneira de saber isso não é pelo conflito. Tantra diz que você não pode saber nada se estiver num estado conflituoso, porque então você não está receptivo. Pelo fato de estar lutando, os segredos lhe serão negados – você não está aberto para recebê-los. E sempre que você está lutando, está do lado de fora. Se está lutando contra o sexo, está sempre do lado de fora; ao se render ao sexo, atinge seu centro mais profundo; está do lado de dentro. Ao se render, então muitas coisas lhe serão reveladas.”

— OSHO, Vigyan Bhairav Tantra, Vol 1 Cap #32

  • Compartilhe!