Felicidade e sexo

Felicidade e sexo

Dá pra ser feliz na relação mesmo sem fazer sexo frequentemente? A resposta é sim, tudo depende de sua postura. E o Tantra ajuda.

Muitas vezes, quando se enfatiza a importância do sexo entre o casal, é porque é um dado que demonstra a atração viva e pulsante entre os parceiros. Mas, por si só, o sexo não é garantia de que tudo está bem na vida a dois. Todos nós conhecemos casos de parceiros que afirmam que o sexo entre eles é ótimo mas não param de brigar o tempo todo. Há o contrário também. Casais que vivem em harmonia na maioria do tempo e que não costumam se encontrar sexualmente com frequência, ou até muito raramente, tipo uma vez por mês.

Tudo é muito relativo, e depende muito da idade do casal. Pessoas que passam dos 50, biologicamente, e por causa da baixa atividade hormonal, tendem a fezer sexo cada vez menos e nem por isso deixam de se curtir e se gostar. Nesses casos, a satisfação do casal vai depender da expectativa que eles têm do sexo. Se eles aceitam o fato de que o tesão já não é o mesmo e se trata de um processo natural, é mais fácil continuar convivendo e tirando prazer de coisas cotidianas como cozinhar juntos, assistir a um filme, passear etc.

Cada relacionamento é diferente de outro e não dá para medir com uma régua única. O importante é saber se o seu relacionamento está sendo o melhor possível para ambos. Tem gente que não gosta de ficar transando a todo momento ou todos os dias. E aquele que é mais sexual deve adaptar-se ao outro. E vice-versa. Saber adaptar-se, ter paciência e fazer a leitura correta de si e do outro são coisas muito importantes. É isso que irá facilitar ou não a convivência, e determinar a harmonia e a satisfação do casal.

Felicidade e sexoO problema é quando a gente não aceita a diferença, e quer culpar o outro por um comportamento que a gente acha que não está de acordo com as nossas expectativas. É preciso refletir, racionalmente, sem deixar a emoção tomar contra. É preciso se perguntar se você não está sendo egoísta demais nas suas exigências ou se o parceiro ou parceira está com algum problema como estresse, preocupações, trabalho demais e não está conseguindo entrar no clima.

Se for o contrário, e você é que não está  tendo tesão suficiente com mais frequência, algo pode estar acontecendo e não necessariamente será um problema. Uma conversa entre os dois é sempre bem-vinda. Às vezes é preciso diminuir as expectativas e não depositar toda a felicidade no sexo. É preciso valorizar o “estar junto”, o “curtir junto” e se isso está rolando bem, está tudo certo.

O Tantra ensina essa postura, aceitar as imperfeições, aceitar que a vida é um fluir de acontecimentos que nem sempre correspondem a suas expectativas, e tudo bem. Deixa rolar, daqui a pouco vai estar tudo diferente,  é perda de tempo e de energia tentar resistir. Dá pra ser feliz com sexo, sem sexo, tudo depende de sua postura diante do relacionamento.

  • Compartilhe!