Sexualizar a relação destrói a rotina

Sexualizar a relação destrói a rotina

O Tantra pode ajudar casais que caíram na rotina. Comece namorando mais na cama e depois, bem, há um mundo de coisas interessantes para se fazer a dois.

“Tenho 40 anos, sou casada há 12 com o mesmo marido, com quem tive dois filhos, e sinto que a nossa relação esfriou bastante no campo sexual. Perdemos aquele ímpeto dos primeiros anos apaixonados e restou uma relação de amizade e carinho, com algumas briguinhas de vez em quando – o que é muito normal. A minha questão é: será que de agora em diante será assim até o fim de nossas vidas, essa coisa morna, chocha? Será que o Tantra pode ajudar a gente a conseguir mais tesão? E como faço para envolver o meu marido? ”

Essa é a questão de uma de nossas leitoras e acho que é uma questão da maior parte dos casais estabelecidos há mais tempo. Como ela afirma, também considero normal essa situação, porque é impossível e até antinatural conservar o mesmo tesão do começo da relação, embora haja exceções a essa regra, mas são exceções. As paixões, quando correspondidas, tendem a arrefecer com o tempo. Os hormônios também. E esses são os principais combustíveis da libido.

Mas o que ela quer saber é se essa coisa morna no relacionamento sexual vai durar pra sempre. E aí o Tantra pode ajudar sim. Mas é preciso envolver o marido. E aí é que fica um pouco mais difícil, por causa do já conhecido comodismo masculino. Por motivos ainda não explicáveis, as mulheres sempre são mais abertas a experiências novas, a mudanças. Mas isso não quer dizer que não pode haver surpresa. Digo com toda a certeza que uma vez envolvidos em uma nova perspectiva na vida sexual, os homens podem ficar bastante animados!

Comece namorando mais

Sexualizar a relação destrói a rotinaAqui em nosso site existem muitas dicas de como deixar o homem animado sexualmente. Você pode dar uma garimpada e vai achar dicas excelentes. Use algo que o seu marido se sinta provocado. Cada pessoa é diferente e suponho que você o conheça bem para poder excitá-lo. Lembre-se de que a verdadeira sensualidade está na atitude, você precisa se sentir confortável e autoconfiante, evitando exageros ou algo que não combine com você. Devagar você vai incluindo outras práticas tântricas mais ousadas, digamos assim. É claro que ele vai notar a mudança.

Daí você pode puxar assunto sobre o Tantra com ele e comentar sobre o que você tem lido. Se ele se interessar pelo assunto, vocês terão um longo, novo e prazeroso caminho pela frente, como por exemplo praticar a massagem tântrica, a retenção da ejaculação, o pompoarismo e até, quem sabe, entrar em um encontro mais profundo, como o Maithuna. Se ele não se interessar pelo Tantra (o que é difícil), não se preocupe. Estando mais aberta sexualmente, mais disposta a fazer sexo com ele, você já terá dado um passo importante para envolvê-lo e já criou uma nova dinâmica entre vocês.

A atitude de mudar deve ser tomada por você. Nunca espere do outro. É você que está sentindo mais  a pressão, a necessidade de oxigenar a relação. Então comece já, tenho certeza de que você se surpreenderá com o resultado. E faça disso uma constante, não apenas um ato ocasional. Crie esse hábito saudável de ficar namorando mais na cama, sensualizando com ele. Existem casais que têm esse hábito mesmo já entrando nos oitenta! E isso é mais comum do que você pensa.

  • Compartilhe!